Dicas de comportamento para festas de final de ano

A festa de final de ano é esperada por gestores e colaboradores para celebrar as conquistas. A confraternização é para curtir, mas é preciso atenção e principalmente bom senso para não se comprometer. Confira dicas da especialista e coaching Alle Ferreira, da Alle ao Lado, para não fazer feio na festa de final de ano:

:: Interação é preciso – É uma oportunidade para conversas com colegas de trabalho com os quais não mantém contato diariamente. “O grande negócio é interagir com todos. Evitar o bate-papo ou nao participar do evento pode até mesmo acabar excluindo este profissional ao longo do próximo ano”, comenta Alle.

:: Deixe o reclamão em casa – Algumas vezes o local da festa ou o tipo de música podem não agradar a todos, mas o ideal é levar com bom-humor. “É preciso lembrar que há uma relação de trabalho, e ser aquele que vive reclamando não é visto com bons olhos, seja pelos gestores ou pelos companheiros”, explica.

:: Intimidade para depois – A festa de final de ano também não é o lugar ideal para pegação. “A intimidade deve ficar para depois do evento. Por mais que os companheiros saibam do relacionamento, a agarração pode passar a impressão de desrespeito”, afirma.

:: Nada de entornar o caneco – As bebidas devem ser ingeridas com moderação. “Tudo em excesso é um problema. Por isso, o recomendado é não abusar dos drinks e manter a linha. Para aqueles com dificuldade em se controlar, bebidas sem álcool devem ser a opção mais segura”, indica.

:: Look ousado pode causar – Roupa de balada pode ser muito arriscada. Saias curtas, decotes ousados ou camisas abertas não são bem-vindos neste encontro. “Roupas ousadas podem passar uma má impressão, comprometendo a imagem com os companheiros de trabalho”, diz.

.