Final do ano gera vagas temporárias no varejo gaúcho

carteira-de-trabalho-sortimentos-comA Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS aposta no movimento de final de ano para recuperar meses com índices de vendas em baixa

A aproximação do final de ano e das festas de Natal e Ano Novo fazem com que o comércio amplie as oportunidades para quem busca um emprego. As vagas temporárias aquecem o ritmo das contratações. De acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, é esperado que o varejo mantenha seu ritmo de contratações no último trimestre.

“A FCDL-RS tem uma expectativa de que a economia dê uma retomada no último trimestre com as festas de final de ano. O período do Natal aumenta muito a demanda por mais funcionários nas lojas. Quem também necessita de mão-de-obra são os lojistas do litoral, influenciados positivamente pelo início do veraneio”, afirma o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

A média de contratações para o comércio gaúcho nos últimos anos foi de 4.539 novos funcionários em outubro e 7.810 em novembro, em empregos temporários. O proprietário da loja Lista Negra, Gerson da Rosa, prevê um aumento de 20% dos funcionários para os últimos meses de 2014, esperando grande movimentação de clientes em seu estabelecimento.

A contratação já começou desde o inicio de outubro na loja Rainha das Noivas. O estabelecimento está agregando mão-de-obra ao quadro de funcionários através das vagas temporárias. A tendência é que o aumento de pessoal fique entre 15% e 20%.

Segundo a FCDL-RS, os últimos anos mostraram que cerca de 30% dos funcionários são efetivados ao final do período de movimentação do comércio. Para o presidente da entidade, Vitor Augusto Koch, o essencial, para permanecer na empresa, é estar qualificado, mesmo que não tenha experiências anteriores.

.