Mulheres são as mais estressadas no final do ano

 

De acordo com levantamento realizado pelo Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo, foi comprovado que o estresse atinge mais as mulheres brasileiras. Para cada homem diagnosticado, duas delas têm o problema

Nesta época do ano, em que a condição atinge 75% das pessoas, de acordo com o ISMA, especialista indica cinco passos para reduzir a tensão emocional

Férias escolares, sobrecarga de trabalho, compras de Natal, correria para organizar a casa e planos para o próximo ano fazem do fim do ano uma fase estressante para a grande maioria das pessoas. Segundo o ISMA, International Stress Management Association (ISMA) – o nível de tensão do brasileiro aumenta 75% em dezembro.

O quadro é ainda pior para as mulheres. De acordo com pesquisa divulgada pelo Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo, o estresse atinge mais as brasileiras. Para cada homem diagnosticado, duas mulheres têm o problema e, neste período, as dificuldades se acumulam. Além das compras de presentes e as festas, para as mulheres que trabalham, dividir as metas do final do ano da empresa com as férias escolares dos filhos deixa qualquer uma de cabelos em pé.

Para tentar amenizar os problemas que o estresse e a correria do final do ano provoca no corpo e na mente, o especialista brasileiro em controle do estresse, Marco Fabio Coghi listou algumas dicas para tornar este período mais calmo para os brasileiros:

Dica 1. Gerenciamento de tempo
O mês de dezembro é mais curto que os outros e as tarefas são muitas. Organizar o tempo ajuda a aliviar as tensões do dia a dia. Planeje tarefas e horários: uma dica é deixar as compras do supermercado ou shopping para os horários mais frescos do dia. Isso ajuda a evitar o calorzão do verão e o desconforto. Já existem também uma série de ferramentas e aplicativos que podem ajudar no gerenciamento de tempo, como a técnica Pomodoro, em que as tarefas são divididas em intervalos de 30 minutos.
Dica 2. Tecnologia como aliada
Uma tecnologia desenvolvida por pesquisadores brasileiros demonstra resultados comprovados na redução do estresse. O equipamento de biofeedback chamado cardioEmotion utiliza jogos de computador para medir e regular o estresse. Seu funcionamento é simples e pode ser feito em casa pelos adultos e também crianças. Basta instalar o programa que vem com um sensor de batimentos cardíacos e realizar treinos diários de 10 a 20 minutos para redução do estresse, estabilidade emocional e ansiedade, concentração, tomada de decisão e insônia.
Dica 3. Alguns alimentos ajudam
Alguns nutrientes auxiliam a busca por equilíbrio. Aproveite esta época do ano e abuse das frutas vermelhas – cerejas, amoras e morangos – que protegem o cérebro de radicais livres. Compensar os excessos alimentares dos dias de festa com uma dieta mais leve no dia seguinte também é uma alternativa para encontrar o equilíbrio.
Dica 4. Ajude os outros
É nesta época do ano que as pessoas estão mais calorosas e dispostas a auxiliar o próximo. Ajudar outras pessoas – por meio do voluntariado numa instituição de caridade ou simplesmente fazer doações de roupas e brinquedos usados para o Natal – irá trazer-lhe não só sensações de bem-estar, mas contribuir para a redução dos níveis de stress. A sensação de dever cumprido ao ajudar o próximo nos deixa mais leve e nos dá mais ânimo para enfrentar novas tarefas.
Dica 5. Saia de casa
Depois que a correria em busca dos presentes passar, tente aproveitar o horário de verão e os dias mais tranquilos para praticar atividades ao ar livre e ter mais contato com a natureza. Atividades físicas ajudam a equilibrar nosso corpo e mente e também eliminam os excessos cometidos durante as festas de fim de ano.

.